Pular para o conteúdo

Visitas às vinícolas de Maipu – 03/01/13

14/01/2013

Acordamos as 7:00, tomamos café e aguardamos a chegada do Damián. Nosso roteiro seria: Bodega López – Bodega La Rural – Restaurante Cava de Cano – Bodega CarinaE.
A seguir vou contar um pouco de cada experiência:

Bodega López

Fotos Mendoza - Buenos Aires 034

Reservei na López a degustação top deles que contempla a linha Montchenot com vinhos de 10, 15 e 20 anos de guarda. Quando chegamos fui informado que eles colocariam os vinhos para decantar enquanto fazíamos a visita guiada.

Degustação Montchenot!

Degustação Montchenot!

Começou com um vídeo explicativo e prosseguiu com uma visita bem detalhada de toda a produção do vinho. O guia Leonardo era muito atencioso e por ser uma visita particular conseguimos absorver muito conhecimento.

Em seguida voltamos ao salão principal e pudemos escolher o local onde faríamos a degustação. Foi o ponto alto do dia, o Leonardo nos deu uma aula de como se degustar um vinho, passo a passo. Iniciamos pelo 10 anos e terminamos com o 20 anos. Vinhos excelentes, os três.

O 10 anos parece excelente até você provar o 15, rs. Acabamos por comprar uma garrafa do Montchenot 20 anos por estar com um preço excelente e também por termos a certeza que mesmo sendo um dos primeiros a ser degustado, ficará no top3 da viagem.

La Rural

Aqui não há muito para ser dito. 50 pesos por pessoa que podem ser trocados por mercadorias ao fim da visita. Tudo muito turístico com uma degustação de um tinto e um branco da linha básica deles.

Degustação La Rural

Degustação La Rural

O vinho em si é bom, mas acontece que estávamos em ritmo de Montchenot, rs. O museu do vinho também não surpreendeu.

Cava de Cano

Fomos almoçar nesse restaurante indicado e reservado por nosso motorista Damián. Lugar lindo, comida excelente e em grande variedade. A mesa de entradas servidas era coisa de outro mundo. Serviram também duas ótimas empanadas.

Cava de Cano

Cava de Cano

O destaque foi uma carne servida, era um músculo cozido por muito tempo no vinho branco, desfiado e acompanhado de cenouras e cebolas. Pra finalizar serviram uma boa pasta caseira a bolonhesa. De sobremesa, bom sorvete de baunilha com doce de leite e calda de café.

Sobremesa!

Sobremesa!

O vinho da casa era razoável o que nos fez pegar leve com o vinho durante o almoço. Esse almoço valeu muito a pena, principalmente pela peculiaridade do lugar, vcs entenderão pelas fotos.

Bodega CarinaE

Por fim, chegamos à CarinaE. Não fizemos a visita, apenas a degustação. A vinícola é muito pequena, a degustação foi feita na casa dos donos, um casal de franceses muito simpáticos. Escolhi uma degustação chamada Via Láctea, que consiste em experimentar toda a linha da Bodega (12 vinhos).

Degustação CarinaE!

Degustação CarinaE!

O que chamou a atenção aqui foi a regularidade deles, todos os vinhos são ótimos, do mais básico ao top de linha. Vou destacar três: — um branco Torrontés que é uma uva relativamente nova por aqui mas que vem se destacando.
– Prestige 2008, o top deles, que me pareceu ter potencial para se igualar ao Montchenot 20 anos, quando atingir esse tempo de guarda. – e por último um vinho doce que eles produzem, mas que não é normal encontrar por aqui. Eles usam a técnica italiana, secam as uvas e o produzem com metade de uvas jovens e metade de uvas passas. Fica incrível, muito aromático.

Saindo da CarinaE, mais vinho pra bagagem!

Saindo da CarinaE, mais vinho pra bagagem!

Amanhã tem mais, sigam acompanhando!

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: