Pular para o conteúdo

Jantar Sucre – 06/01/13

14/01/2013

O jantar no Sucre foi muito bom. O restaurante é de fato um dos melhores da cidade, mas ele não chegou a encantar. Ambiente refinado e moderno, coisa rara por aqui. Tem um lindo bar e cozinha aberta, com salão de pé direito bem alto.
O cardápio é enxuto e dá a impressão de faltar um algo a mais. Já a carta de vinhos é focada em vinhos premium, ou seja, caríssima!
Escolhemos um Malbec e pedimos que fosse servido o couvert para depois escolhermos as entradas. Todo restaurante aqui parece te expulsar da mesa, nos restaurantes de Francis Malman te obrigam a pedir o principal ao mesmo tempo da entrada. No Sucre, mesmo com o salão completamente vazio, tentaram fazer isso. Sutilmente, driblamos a tática, pois queríamos curtir o vinho e bater papo.
Pão e azeite aqui não tem erro, incrível como estão excelentes os azeites argentinos. Decidimos pedir uma entrada por casal. Ceviche para o Moisés e a Raquel e pancetta com purê de maçã verde pra mim e pra Ci.
Segundo eles, o ceviche estava ótimo. A pancetta estava boa, mas a cocção podia ter sido melhor. Impossível comer a pele, não estava pururucada e era extremamente dura. Já o purê de maçã estava incrível.
No prato principal, eu e a Raquel escolhemos risotto de açafrão com ossobuco de vitela, o Moisés foi de entraña com tomates e alcaparras e a Ci de ojo de bife com chimichurri e batatas. Eu gostei do meu prato, tinha boa execução. Porém já comi ossobucos melhores por aí, idem para o risotto. Achei o prato da Ci muito bom, o melhor da noite, mesmo não tendo provado a entraña. A carne estava no ponto perfeito, super macia, alta e as batatas eram incríveis, com leve gosto de bacon. Não provei a entraña, um corte parecido com nossa fraldinha, porém mais fino e bem comprido. Acompanhava lindos tomates em rodelas grossas e alcaparras.
De sobremesa, ótimo vinho doce denominado pelas bodegas como Cosecha Tardía e creme brulle para todos. Excelente, o creme brulle!
Ao final, conta salgada para os antigos padrões argentinos, porém de acordo com a nova realidade dos restaurantes porteños.
É amigos, não se come mais bem e barato em Buenos Aires. Você ainda acha boa comida por aqui, mas terá que abrir o bolso.
Vamos economizar com comida até o fim da viagem, acho que o custo beneficio não está valendo. Mas quem sabe não damos uma chance pro La Cabrera na quinta feira, mandando ver num Kobe Beef?
Veremos…

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: